fbpx

Processo de armazenagem: etapas e a sua importância

Imagem de um galpão de armazenagem, repleto de prateleiras e estantes altas

A logística de armazenagem é um dos pilares essenciais na cadeia logística de qualquer e-commerce, desempenhando um papel crucial na gestão eficiente dos estoques e no atendimento das demandas dos clientes. Optar por um modelo de armazenagem própria ou terceirizada pode influenciar significativamente no desempenho operacional e estratégico da empresa. Neste artigo, vamos explorar as etapas fundamentais do processo de armazenagem e discutiremos a importância de cada uma delas para otimizar a logística de uma empresa.

Logística de armazenagem: própria vs. terceirizada

Existem duas principais abordagens para a logística de armazenagem: a própria e a terceirizada. Na armazenagem própria, a empresa gerencia e opera seu próprio armazém, seja em uma estrutura própria ou alugada. Na outra opção, a armazenagem terceirizada, também conhecida como Fulfillment, é operada por um operador logístico contratado.

Independentemente do modelo escolhido, a Estoca oferece soluções eficazes com seu WMS (Warehouse Management System) e serviços de Fulfillment.

Os operadores logísticos são especializados em armazenagem para várias empresas simultaneamente, lidando com operações complexas devido às diferentes necessidades e regras de cada cliente. A escolha entre armazenagem própria ou terceirizada depende da estratégia logística da empresa e de quão crítica a logística é para suas operações.

Principais etapas do processo de armazenagem

1. Recebimento

Embora muitas vezes subestimada, a etapa de recebimento é fundamental para definir a eficiência do processo de armazenagem. Nesta fase, ocorre a conferência por quantidade, inspeção e identificação das mercadorias.

  • Conferência por quantidade: Geralmente realizada por conferência cega, onde o operador não sabe previamente os dados a serem conferidos, minimizando erros humanos. São verificadas diferenças entre os dados da nota fiscal e os produtos recebidos.
  • Inspeção: Avalia se os produtos apresentam avarias ou não conformidades.
  • Identificação das mercadorias: As mercadorias recebem códigos de barras para rastreamento e controle de movimentação interna até a expedição. Tecnologias como códigos de barras e RFID são comuns para otimizar este processo.


2. Armazenagem

Após a conferência e identificação, as mercadorias são alocadas nos endereços apropriados no armazém. A escolha do local de armazenamento considera a proximidade com a área de separação (picking), setorização e outras regras que aumentam a produtividade.

A movimentação das mercadorias no armazém é rigorosamente controlada, com leituras de códigos de barras garantindo precisão no registro de movimentações. Inventários regulares ajudam a manter a acuracidade dos estoques e a evitar rupturas.

3. Separação

A separação de mercadorias é um processo crítico que envolve planejamento detalhado para garantir que as mercadorias certas sejam preparadas para expedição no momento correto. Estratégias como FIFO (First In, First Out) e FEFO (First Expired, First Out) são usadas para otimizar a separação.

Métodos de separação podem variar desde processos manuais com coletores de dados, passando por sistemas de picking, até soluções altamente automatizadas que são eficientes para mercadorias fracionadas e lineares.

4. Expedição

A expedição é a etapa final onde as mercadorias são conferidas e despachadas. Esta fase garante que os produtos sejam entregues à transportadora ou diretamente ao cliente final com precisão.

A conferência na expedição pode ser manual, utilizando coletores de dados, ou automatizada, aumentando a velocidade e reduzindo erros. A responsabilidade sobre a mercadoria geralmente termina quando é entregue à transportadora.

Importância da armazenagem nas operações logísticas

A armazenagem eficiente traz inúmeros benefícios para as operações logísticas:

  • Redução de perdas e prejuízos: Uma armazenagem bem organizada mantém a integridade dos produtos, reduzindo avarias e obsolescências.
  • Otimização da localização: Permite armazenar produtos em locais ideais, facilitando o acesso e melhorando o fluxo de mercadorias.
  • Melhora na experiência do cliente: Estoques bem gerenciados evitam promessas não cumpridas e atrasos, proporcionando uma experiência positiva ao cliente.
  • Tecnologia na gestão de estoques: Utilizar softwares de gerenciamento, como o WMS da Estoca, ajuda a monitorar validade, localização e movimentação de produtos, prevenindo prejuízos e aumentando a eficiência.


A logística de armazenagem, quando bem executada, é vital para manter a competitividade e a saúde financeira de uma empresa. Invista em tecnologias e estratégias adequadas para garantir que seus processos logísticos estejam sempre alinhados com as demandas do mercado e as expectativas dos clientes.

Agora você já conhece todas as etapas do processo de armazenagem. Então, que tal entender como a escolha da sua estratégia influencia no sucesso do seu e-commerce? Conheça todos os diferenciais do Fulfillment e WMS da Estoca falando um de nossos especialistas.

× Fale com um especialista