fbpx

Como escolher o melhor WMS para e-commerce

Com o crescimento exponencial do comércio eletrônico, escolher o sistema de gerenciamento de armazém (WMS) certo tornou-se crucial para o sucesso de qualquer negócio online. Neste guia, vamos explorar os principais pontos a serem considerados ao selecionar o melhor WMS para e-commerce.

Antes de mais nada, precisamos entender que o WMS é uma solução inteligente para otimizar a operação logística no e-commerce. Além de simplificar a rotina nos armazéns e garantir mais eficiência em todo o processo, ele contribui diretamente na experiência do consumidor final.

Saiba mais: WMS para e-commerce: entenda o que é e quais são as vantagens

Qual a importância do WMS para e-commerce?

Será que todas as opções de softwares disponíveis no mercado conseguem atender às suas necessidades e alcançar os resultados desejados? A resposta é não!

Dependendo da escolha feita, você pode acabar enfrentando mais dores de cabeça do que soluções para os desafios atuais. Portanto, é crucial selecionar um WMS com critério e cuidado, garantindo assim um aliado confiável para impulsionar a eficiência e a lucratividade do seu negócio.

O preço ou a fama do fornecedor nem sempre devem ser fatores decisivos na sua escolha. 

Um ponto que precisa da sua atenção é como o sistema resolverá os desafios operacionais que você vem enfrentando e de que forma contribuirá para aprimorar a execução das tarefas e a gestão do seu armazém. 

Leia também: 5 dicas para reduzir o abandono de carrinhos

No entanto, há ainda alguns aspectos adicionais que merecem consideração. Vamos te dar algumas dicas e requisitos a serem considerados ao escolher o WMS ideal para o seu e-commerce:

1. Avalie suas necessidades

Comece avaliando as necessidades específicas do seu e-commerce. Considere fatores como volume de pedidos, variedade de produtos, tipos de armazenamento, entre outros.

2. Integração com o seu sistema

Certifique-se de que o WMS escolhido seja compatível e possa se integrar perfeitamente com os sistemas já existentes do seu e-commerce, como o sistema de gestão empresarial (ERP).

3. Funcionalidades essenciais

Priorize as funcionalidades essenciais que seu e-commerce requer. Isso pode incluir gestão de inventário em tempo real, rastreamento de pedidos, picking e packing eficientes, entre outros recursos.

4. Flexibilidade e escalabilidade

Escolha um WMS que ofereça flexibilidade para se adaptar às mudanças nas demandas do seu negócio e que seja escalável para acompanhar o crescimento futuro do seu e-commerce. Aqui a dica principal é: escolha um WMS para e-commerce em nuvem – ou seja, que não precisa de instalações ou renovações constantes.

5. Interface e usabilidade

Uma interface intuitiva e fácil de usar é fundamental para garantir uma curva de aprendizado rápida para sua equipe. Certifique-se de que o WMS escolhido ofereça uma experiência de usuário amigável e fácil de se adaptar.

6. Suporte e atualizações

Verifique a disponibilidade de suporte técnico e atualizações regulares oferecidas pelo fornecedor do WMS. Um bom suporte pode ser crucial para resolver problemas rapidamente e manter seu sistema funcionando sem interrupções.

Conheça o WMS para e-commerce da Estoca

Escolher o melhor sistema de gerenciamento de armazém para o seu e-commerce é uma decisão estratégica que pode impactar diretamente o sucesso do seu negócio.

Com o WMS da Estoca você ganha controle total do seu estoque e uma operação mais eficiente ao consolidar tudo em uma única plataforma integrando WMS, TMS e OMS. Na prática, você continua com seus processos de armazenagem, separação e empacotamento, mas agora utilizando o WMS da Estoca, integrado ao seu ERP. Além disso, para o leilão de frete e entrega, garantimos a seleção das melhores transportadoras, levando em conta preço e prazo.

Saiba mais clicando aqui!

× Fale com um especialista